A imagem abaixo mostra o Triângulo da Clareza.

O Triângulo da Clareza

Ele foi criado para que eu pudesse escrever esse manifesto.

A ideia era extrair ideias a partir do esquema mostrado no triângulo.

Particularmente, gosto e uso muito essa técnica. Clareia as ideias e até surpreende em alguns casos.

Com o tempo, o triângulo se mostrou uma ferramenta muito poderosa. Tão poderosa que parece ser um canhão enquanto que meu manifesto, uma mosca.

Você já teve tempo de dar uma boa olhada no triângulo. De estabelecer suas primeiras conjecturas acerca de seus elementos.

Agora vamos definir cada um desses termos.

O Criador Digital

O Criador pode ser fotógrafo, professor, artesão, médico ou estudante.

Apesar da legislação requerer um diploma para o exercício de algumas profissões, ser Criador não requer uma certificação oficial.

Ao criador também não é requerida uma classe, raça ou credo específicos.

Há um único requisito essencial ao Criador. Uma condição sine qua non.

Expertise.

O Criador é um especialista que desenvolveu o que chamamos de expertise.

Vamos por partes...

Especialista, de acordo com o Oxford Languages

O termo especialista, por si só, não é suficiente para definir o que é o criador, pois pode ser usado para indicar alguém com grande conhecimento em uma área ou quem tem uma profissão (e que pode não ter grande conhecimento).

Expertise, de acordo com o Oxford Languages

Apesar desta definição de expertise não deixar claro, vamos considerá-la como uma característica que os especialistas desenvolvem.

Uma espécie de conhecimento muito específico para investigar e resolver problemas de uma determinada área de conhecimento e com isso, criar soluções.

Desse modo, Criador e Especialista são conceitos diferentes.

Todo Criador é Especialista, porém nem todo Especialista é Criador.

Os Criadores são especialistas que desenvolveram expertise.

Leia de novo essa frase e deixe que ela faça sentido.

Desse modo, o termo Criador ganha força para fugir do óbvio.

Mais ainda.

A aquisição de expertise em uma área de conhecimento é marcada por uma transformação.

O Criador enfrenta um problema legítimo. Adquire conhecimentos e desenvolve habilidades específicas. Supera o problema e desenvolve uma solução com base em ação.

Ação que transforma. Expertise.

É fácil ver que a legitimidade do criador está em sua transformação.

Os Criadores Digitais são aqueles que oferecer sua solução pela internet. Aqueles que resolvem problemas reais através do mundo virtual.

Bits e Bytes que transformam e monetizam.

Como em todo negócio, precisamos de clientes. De preferência clientes ideais. Aqueles determinados a serem transformados por sua solução digital. De colher os frutos da transformação. De serem gratos a você. De pagarem por sua solução e a indicarem a outras pessoas. De tornarem-se super-fãs.

Audiência

Uma vez que o Criador Digital determina o seu Cliente Ideal, uma audiência é naturalmente estabelecida.

A audiência é um conjunto de pessoas pertencentes a um Nicho de Mercado. Essas pessoas apresentam característica relativamente comuns.

Não podemos perder de vista que a audiência é composta por pessoas como nós. Que têm seus desejos e muitas vezes, não sabem como superar seus desafios.

Você sabe o que é ter um desafio pela frente e congelar por não ter a mínima ideia de como superá-lo, não é mesmo?!

Ou pior...

Tentar superá-lo e bater de frente em um muro a cada tentativa.

Esses são os Problemas Legítimos.

Deles emergem as dores e as necessidades.

Problemas Legítimos

Arrisco dizer que muitos problemas apresentados pelo mercado em todos os nichos não fazem sentido. São proto-problemas. "Coisas" apresentadas como problemas, mas que são meras distrações.

A Síndrome dos Objetos Brilhantes. A Roda do Hamster.

Um problema legítimo gera uma dor. Estabelece um conflito. Impede um desejo.

Em muitos casos, sua audiência não tem clareza do problema a ser resolvido para aliviar o desconforto que sentem.

É como escolher um número em uma roleta e aguardar para ver o que acontece.

Como criadores podemos (e devemos) contribuir para que nossa audiência compreenda seus problemas legítimos de acordo com sua jornada.

O Triângulo da Clareza

Em geometria plana, o triângulo é o polígono de três lados. Esses lados possuem extremidades em pontos chamados vértices.

Como vértices do triângulo da clareza temos o Criador Digital, A Audiência e os Problemas Legítimos.

A conclusão óbvia é que o criador digital vai ajudar sua audiência a solucionar seus problemas legítimos.

Talvez você acredite que agora tudo está no seu devido lugar.

Mas as reflexões que vão nos dar a clareza que precisamos, não estão sobre os vértices do triângulo, mas sim sobre seus lados.

As linhas laranjadas.

Se você não chegou até lá ainda, vamos colocar os pés na água juntos.

>