Transforme Sua Trajetória Como Expert

Em Histórias Para Vender Seus Produtos

Conte histórias para elucidar fatos, sustentar argumentos, quebrar objeções, transformar pessoas e aumentar seu faturamento

Se um dia você tiver a oportunidade de conhecer a minha história vai entender que se eu consigo escrever, então provavelmente qualquer pessoa também consegue.

Na escola sempre fui relativamente bom nas Ciências Exatas, não curtia muito as aulas de Língua Portuguesa e era quase uma lástima nas Ciências Humanas.

Não é à toa que fiz licenciatura em matemática e atuo como professor há 30 anos.

De modo geral, nós professores de matemática, temos números bonitos e não gostamos muito de escrever nada além de fórmulas e símbolos.

Aliás, o principal motivo para que eu entrasse no mercado digital foi lançar um curso on-line de matemática para o vestibular.

O ano era 2016 e de lá pra cá muita coisa mudou. O mercado mudou. Meu nicho mudou. Eu mudei.

Aprendi a contar histórias pela necessidade de vender meus cursos sem parecer um vendedor, fato que sempre me deixava em uma posição desconfortável.

Tudo começou com um webinário de vendas em que fracassei miseravelmente.

Não me entenda mal...

O webinário foi um sucesso em termos de conteúdo. Recebi muitos agradecimentos e depoimentos que garantiam que ele gerou valor para os participantes.

O problema é que o processo de vendas foi mal conduzido e eu não vendi absolutamente nada.

Desculpe a minha pergunta indiscreta, mas você já sentiu algo parecido? Lá no fundo? Aquele gosto amargo da derrota, como zinabre, na boca?

Você deve imaginar como isso foi frustrante pra mim.

Essa frustração me colocou fora do mapa. Eu não queria passar por aquilo novamente. Pra falar a verdade eu não falei desse assunto por algum tempo.

Não esqueça que sou professor por formação e os professores não "vendem aula", mas sim, "dão aula".

Após um tempo mergulhado nos livros (dentre outras coisas), percebi que o storytelling (contação de histórias) poderia aliviar meu sofrimento e me ajudar a voltar ao jogo.

Descobri que as histórias são muito poderosas e versáteis.

São uma forma de comunicação que garante a atenção das pessoas e abre as portas para uma compreensão mais profunda de que temos a dizer.

Mesmo que você saiba o desfecho de uma história, é bastante difícil evitá-la.

Elas funcionam como um buraco negro que atraem o cérebro.

Qual o recorde de vezes que você assistiu a um mesmo filme?

O meu? Ghost, do outro lado da vida. 8 vezes. Todas no cinema. Não me julgue. Eu tinha apenas 17 anos. Apaixonado e com o coração partido.

Essa é a consequência de quando conectamos com uma história.

Um looping de substâncias químicas no cérebro que geram empolgação, tristeza, euforia, ...

De modo geral, contamos histórias como entretenimento.

Já no contexto que estou expondo aqui, podemos contar histórias para promover ações como

  • compra de cursos on-line
  • assinatura de listas de e-mails
  • download de arquivos pdf
  • compartilhamento de posts
  • consumo de podcasts

... ou qualquer outra ação necessária para o crescimento do seu negócio.

Aliar histórias e vendas (ou outra ação) é uma estratégia e tanto. Você ganha atenção. Mostra sua autoridade. Ensina conteúdos essenciais para que as pessoas lhe entendam. Oferecer seu produto. Lida com objeções. E proporcionar a compra (ação).

Lembro que comecei a estudar storytelling mais profundamente durante uma viagem de férias com a minha família.

Eu não conseguia parar. Quando minha família ia dormir. Eu estudava. Antes deles acordarem. Eu estudava. Fascinante.

Percebi que há muita informação em torno do storytelling para produções cinematográficas, porém para a venda de produtos (e outras ações), há uma grande carência.

Se você buscar "storytelling e vendas" no Google, vai perceber que apesar dos títulos chamativos (as famosas headlines) tudo é muito introdutório e superficial.

São pacotes de dicas, que apesar de úteis e verdadeiras, vão ser costuradas como uma colcha de retalhos por cada leitor.

Quando muito, são dicas de templates específicos de vendas camuflados de história.

É um arremedo pífio do poder do storytelling e do processo de vendas.

Usar essas pseudo-estratégias de storytelling para vendas fizeram com que eu me sentisse incapaz e a ponto de desistir.

Uma verdadeira sinuca de bico. Você sabe para onde tem que ir, mas não consegue.

Sabe aquela história de dar um passo atrás para dar dois para frente?

Foi o que eu fiz.

Desconstruí os dois processos: o do storytelling cinematográfico e o de vendas de produtos.

Esse é o caminho longo do qual falei, lembra?!

Separei, estudei, criei e testei processos de storytelling e vendas para depois fundi-los num só.

Nasciam as "Histórias Que Convertem". Um método de storytelling desenvolvido para garantir a atenção de nossos espectadores e gerar uma ação específica.

Escrevi sobre esses processos em alguns dos meus posts.

julho 31, 2020

Com o tempo, muito perrengue e com a ajuda de grandes amigos, validamos as "Histórias Que Convertem" como uma metodologia que pode ser aplicada em qualquer nicho de mercado.

Atualmente ajudo Criadores Digitais a contar sua história para vender seus cursos on-line e crescer seus negócios.

Sei que é uma fração do que as "Histórias Que Convertem" podem fazer, mas é o meu foco no momento.

E caso você esteja se perguntando se eu usei o "Histórias Que Convertem" nesse post, a resposta é NÃO.

Não havia motivo pra isso. Estamos apenas nos conhecendo.

Para conhecer as 5 fases das Histórias Que Convertem, sugiro que você leia o meu Guia Rápido de Storytelling para Conversões.

Nos vemos em breve.

- Geo Caraveo

>